Meu humor



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Arte e cultura, Saúde e beleza



Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 FACEBOOK - Vamos ser magras!




Vamos ser magras!
 


E a reeducação segue...

Semana passada foi uma correria só,e prá piorar "acompanhada" da TPM. Sofro muito deste mal, fico ansiosa, tristre, frustrada e tals,e pra piorar com vontade de comer chocolate, mas me controlei...Ufa.

Exatamente por toda esta ansiedade "me joguei" em busca de livros e CD's sobre relaxamento.E isto me ajudou muito nestes dias...É meio clichê, mas quando damos um tempo pra nós mesmos, percebemos que as coisas acontecem em nossa vida por consequência,e não causa. Somos aquilo que desejamos ser.E por isto não devemos esperar nada de ninguem (entenda-se dietas milagrosas), temos de assumir nossas responsabilidades e andar com nossas próprias pernas.

Falo isto, porque as pessoas sempre perguntam sobre emagrecimento "como emagreço?" ou "que dieta vc fez?" Na verdade, todos sabem as respostas, só não conseguem coloca-la em prática. E ficam procurando infinitamente por fórmulas milagrosas que não funcionam e só pioram a situação.

Para conseguir atingir um objetivo é fundamentel esquecer os erros passados,e partir do zero, "limpar" a mente mesmo. É preciso transformar os pensamentos, olhar a vida com mais tolerância e paciência, e claro, ter bastante atitude, coragem e bom senso. Aos poucos as coisas fluem, pois mudanças não acontecem da noite para o dia (mas pra que a pressa?), assim conseguimos uma reprogramação de conduta. Na verdade, a ansiedade é um medo que temos de não conseguirmos atingir nossas metas,e no final ela só nos atrapalha. Por isso, digo e repito, é fundamental livrar-se dos medos e da pressa.

Pronto, falei, um post só pra refletir hoje,e vamos que vamos.



Escrito por Déia às 09h29
[] [envie esta mensagem
] []





O que ando fazendo...

Bom, não irei postar diariamente meu diário alimentar, no entanto, ocasionalmente postarei certas refeições, pra confirmarmos como é possível variar o cardapio,e não achar que só é possível ficar a base de saladinha de alface com filé de frango. Na verdade eu como de tudo, optando é claro por alimentos mais saudaveis. A foto acima é de um jantar, onde tem 2 kibinhos (fritos mesmo), refogado de abobrinha, arroz integral e com pimenta pra dar um sabor, tem um suco (meio fraco de maracujá com limão) e 1 porção de uvinhas sem semente, que acho uma delícia.

Nesta eu fui mais "rica" e fiz salada de tomate (rsrs) com azeitona recheada, feijão, arroz integral e 2 pedaços de frango.

Como já disse, não é sempre que faço uma alimentação politicamente correta, como acham algumas pessoas que convivem comigo (eles me acham natureba pelos meus lanchinhos). Mas eu como de tudo (mas não tudo), por exemplo acho o arroz integral enjoativo pra comer o mês todo, então eu procuro alternar com o refinado mesmo. Mas vejo uma grande vantagem na versão integral quando como, é que com ele fico saciada o dia todo, ao contrário do outro. Também não uso açucar mascavo nem adoçante em tudo (eu acho um pecado adoçar o café com adoçante, prefiro usar o açucar e tomo menos). Enfim, em minha concepção o importante é aprender a comer de tudo com moderação.

2ª meta: Ficar bem  na roupa.

Esta roupa abaixo está um pouco apertada em mim. A calça, minha irmã trouxe de New York, como Levis lá é super barato e ela sabe que gosto da marca, me presenteou, porém ficou apertada, equivale a nosso 38, mas é baixa, daí já sabem,e eu quero muito usa-la e ficar bem. A blusinha eu vi na vitrine e achei linda, pois é o tipo que sugerem pra quem tem corpo triânngulo invertido como eu (decote V, escura, e com mangas), eu tenho muita dificuldade em achar blusas que fiquem legal,então quando acho não penso 2 vezes, o problema é que esta é P,e normalmente uso M, então comprei no intuito de desafiar-me mesmo.

Mês que vem, tem um show que irei e gostaria muito de ir com esta blusa, o desafio então é ficar bem nela em 1 mês, sei lá se consigo, não gosto de impor datas, mas como o objetivo é o desafio irei tentar (daí se ficar bem posto a foto usando-a aqui rsrs).

Recapitulando metas:

1: Seguir firme no objetivo de não comprar revistas.

2: Ficar bem na roupa em maio.



Escrito por Déia às 09h20
[] [envie esta mensagem
] []





Meu desafio (inicial) de 06 semanas!

Já que gosto de um desafio, resolvi me jogar em um, e porque não usar a frase do livro da Women's Health?! Na verdade era pra eu ter começado ontem, mas dei uma jacadinha a noite (caí no chocolate, droga). Então, inicio hoje, até legal, porque é dia 10.

Desafio das 06 semanas.

Inicio: 10/04

Término: 22/04

Hoje é meu 1º dia,e tentarei postar "regularmente" (não diariamente tá), meus pensamentos, minha rotina e o que tenho feito, além de impôr metas no decorrer desta semana,assim tentarei também superar alguns vicios e manias que tenho.

Por enquanto está tranquilo (meu problema maior é na parte da noite), logo cedo fui pra Hidro, estou adorando, confesso que fico com uma preguicinha de ir logo cedo, mas quando estou lá me exercitando a preguiça vai embora,e o que vem é uma sensação boa de "desestresse", é bom ver que cada pedacinho de nosso corpo está "vivo" e é bom cuidar disso. Depois da Hidro, fiz uma caminhada de 30 min e voltei pra casa, onde agora preparo o meu almoço antes de seguir rumo ao trabalho.

O café da manhã foi: 1 xíc de café com leite + 1 fatia de pão de forma light + cream cheese + 1 bolinho integral suavipan.

(como não tive fome, não fiz lanche intermediário hoje).

O almoço será: 3 col de arroz integral + 2 col feijão + 1 fatia de frango + salada de tomate c/azeitona recheada.

Levarei para o lanche intermediario tarde: 1 iogurte de soja de chocolate.

E depois falo o que foi o jantar, que ainda não sei.

1ª meta: seguir firme no propósito de "não comprar revistas" (inicialmente) por até 22 / 05.

 



Escrito por Déia às 11h12
[] [envie esta mensagem
] []





Desafiem-se!

Estava eu perambulando por aí quando deparei-me numa Banca com o livro da Women's Health: Dieta da Barriga Chapada, custando R$ 25,90. Minha mão "formigou" pra comprar, daí disse pra mim mesma que só iria comprar se PARASSE de vez com o vício das revistas (gente eu compro 5 edições de revistas de dietas por mês, Shape, Boa Forma, Corpo a Corpo, Dieta Já e Women's Health e ainda compro 1 ou 2 edições destas revistinhas populares semanais, o que contabiliza mais de R$ 60,00 ao mês). O grande problema é que tornou-se puro vicio, porque as matérias são repetidas,e eu já sei a maior parte do que vão falar. Pois bem, fiz a troca, comprei o livro e CHEGA DE REVISTAS. Ok, talvez eu abra uma exceção para a propria Women's, que hoje eu defino como a melhor publicação (falando em revistas) sobre reeducação alimentar e qualidade de vida.

Na verdade o que me chamou atenção foi a capa, com o dizer: plano de 6 semanas para secar a barriga. Não gente, não gosto de estipular prazos para a dieta, mas esta frase tem um "q" de desafio,e é do desafio que eu gosto.

Já li boa parte do livro, vou fazendo comentarios frequentes por aqui. Assim, muita coisa que diz lá eu já sei (e todos nós sabemos), mas ele insiste, insiste mesmo, na diversidade de nossos pratos. É incrivel, você lê o livro e quer correr pro mercado (um tanto quanto paradoxo né?!). Eu vou acabar de ler, e ler de novo, já que não comprarei revistas tão cedo, vou me jogar nas 6 semanas intensivamente e ver o que que dá. Afinal, preciso sair desses 66kg.

E como disse, não sou mais teorica, tenho ido direitinho nas aulas de Hidro. Colocarei por aqui (conforme dica do livro), mais umas metas de atividades,mas quero dar a dica do lanchinho integral aí da foto que tenho comprado. Achei muito gostoso esse bolinho integral da Suavipan. A versão integral tem 2 sabores, achei meio caro (uns R$ 2,50), mas ele dá uma boa saciada.



Escrito por Déia às 12h05
[] [envie esta mensagem
] []





Nem só de tomate vive uma R.A.

Reparei que nos últimos dias, muito tem se falado do alto reajuste do tomate, principalmente nas redes sociais. Uma série de piadas envolvem o "vermelhinho", do tipo que é um alimento para rico. Daí eu pensei que isto vai além, porque principalmente quem entra numa dieta, ops, numa reeducação, parece que tem programado que vai passar a comer somente salada de alface com tomate...

Existe uma diversidade muito grande de legumes e verdurar que valorizam muito nossos pratos. Depois que eu virei frequentadora das Feiras paulistanas conclui isto. Esta salada da foto abaixo mesmo, não tem tomante nem alface,e ficou deliciosa. Se um está caro, vá de outro, até o preço do 1º baixar, o que não pode é usar como desculpa né.

Gente, se vocês souberem alguma página do Facebook que seja de "Desafios de RA" (tipo aqueles que rolavam em comunidades do velho Orkut, lembram?) por favor me mandem o link, eu adorava participar dos desafios em grupo, são desafiadores e ótimos pra gente. Podem me add no Face e mandar o link por la também: http://www.facebook.com/andreia.slim?ref=tn_tnmn

 

Bom, segue a receita da minha saladinha, que peguei a receita no "Dia a dia" que passa na Band pela manhã, dei uma modificada e ficou muito saborosa:

Ingredientes: Vagem, Cenoura, Mandioquinha, e Pepino.

Molho: Iogurte desnatado, sal, molho de mostarda, pimenta do reino.

Modo de preparo: Cozinhe a cenoura, mandioquinha e vagem, desligue, espere esfriar, junte ao pepino, corte em cubinhos e reserve. (como adoro ovo, cozinhei 1 junto também).

Misture os ingredientes do molho (eu coloquei só um pouquinho da mostarda) e depois jogue nos legumes.

 



Escrito por Déia às 11h32
[] [envie esta mensagem
] []





Mudando um pouco!

Estava pensando, e quero mudar um pouco o modo de pensar, e até de escrever no blog, que nada mais é que um "diário virtual" visto não somente por mim.

Me refiro ao lado dos planejamentos que tanto faço, e pouco faço.Já até comentei sobre isto aqui: penso, tenho mil idéias, sei as teorias...mas na hora de botar tudo em prática dá uma preguicinha...Não, não andei assim fora da linha, pelo contrário, estou super disciplinada (em quase tudo), mas quero começar a escrever mais sobre  o QUE EU FIZ e não sobre o QUE EU (TALVEZ) FAÇA! O futuro é incerto,e nem sempre as programações saem do jeito que planejamos.

Quero mostrar mais meus pratos, rotina, atividades...assim será um modo de me disciplinar ainda mais. O tempo vôa, não dá pra ficar só pensando. Já estamos em abril, maio será meu "níver", setembro férias e logo final de ano taí de novo,e eu quero sim conseguir chegar em minha meta de 60 (até uns 58kg). Mas preciso ir além, porque tá tudo muito estagnado. Entrei sim na hidroginastica, vou 3 X por semana, mas cadê que tô fazendo minhas caminhdas?! Ou seja, troquei 6 por meia duzia, pois nunca mais fui caminhar. E o emagrecimento,a tonificação do corpo, a saúde e afins deve ser algo constante, com frequentes estimulos e descobertas. Se bobear,a gente para e dorme no ponto sim.

Então é isto. MUDANÇAS!!! A partir do próximo post, colocarei mais sobre o que eu fiz (mesmo que tenha deslizes).



Escrito por Déia às 22h01
[] [envie esta mensagem
] []





Minha pêra de cada dia!

Como vocês devem saber, trabalho no período tarde e noite, por isto, lá pelas 19h tenho minha pausa para jantar,mas eu opto sempre num lanche leve e rapído e deixo pra jantar em casa. Esta situação, as vezes deixa-me frustrada, porque enquanto a maior parte comem uns salgados maravilhosos e gigantes nas lanchonetes, eu levo minhas frutinhas ou iogurtes. Ontem, fui comer minha pêra neste intervalo,e de repente entrou na copa, o professor de nossa "laboral", muito bonito por sinal, e fiquei surpresa ao ve-lo tirar de sua mochila 1 laranja e 1 maçã. Ficamos inclusive conversando sobre alimentação e tals, ele me disse que também "chuta o balde" de vez em quando, mas é´só de "vez em quando mesmo",e é por causa deste esforço que tem o belo corpo que tem.

Algum tempo depois veio o pessoal que tinha ido pras lanchonetes,e eu como boa observadora que sou, notei que esses sim, não tinham nada de belo corpo, e sim excessos em tudo que era parte.

Gosto de fazer estes comentarios, porque são situações bobas assim, que dão motivação pra continuarmos em nossa jornada de R.A.

 

 



Escrito por Déia às 10h14
[] [envie esta mensagem
] []





Apareci!!!

Após alguns dias sumida (muito atarefeda no serviço), cá estou eu.

 Bom, comecei com a atividiade fisica, como já falei por aqui. Há principio, tive dúvidas sobre onde fazer: 02 destas academias "tops" fizeram uma espécie de parceria com a empresa que trabalho, onde os funcionarios poderiam treinar nelas com um preço beeeem reduzido. Eu fiquei muito "tentada" em matricular-me numa delas, mas achei que não seria bom por ora, já que, nenhuma das 2 tem filiais perto de casa, então eu teria de ir de manhã na que fica próximo de meu trabalho e já ficar por lá (achei que seria muito corrido). Com isso, decidi que faria numa academia simples, que tem pertinho de minha casa, e, embora seja simples, é bem bacana, pois os profissionais são bem cuidadosos e criteriosos,e por não ser assim tão descolada, a gente acaba ficando mais a vontade e treinando até mais tempo.

Mas uma coisa que me causou espanto foi a dor nas pernas que tive na 1ª semana, mal conseguia andar. Foi aí que vi o quanto estava levando uma vida de sedentarismo nos últimos meses. Meu corpo estava muito acostumado com o "bem bom" do sofá. Mas a tal dor passou,e agora estou curtindo muito levantar cedo e ir pra hidro.É incrivel a disposição e motivação que a atividade nos proporciona. Desde que comecei, minha vida está muito mais organizada. Não consigo chegar em casa e dormir (eu trabalho a tarde), pelo contrario, saio da academia ligada no "220",e meu dia fica longo.

Notei que com a academia tenho me notado mais. Hoje mesmo, colocando aquele maiô, fiquei observando o pneu que tenho acima do quadril, fiquei refletindo que ele não foi parar ali sozinho, fui eu que contribui (colocando tanta gordura pra dentro). E hoje, mesmo emagrecendo o maldito não sai,eu sei disso. Só sairia com uma Lipo (o que nâo estou afim de fazer). A gordura, que se acumula em certas partes de nosso corpo, pode não ser eliminada assim, digamos, naturalmente, no entanto pode ser melhorada (e murchada também). Eu acho que nunca é tarde para reaprendermos. Si fizemos errado (e ainda fizermos) bola pra frente, desde que estejamos vivas, cada dia é um novo dia!!!

 

 



Escrito por Déia às 12h23
[] [envie esta mensagem
] []





Um resumo até aqui.

Sei bem que ultimamente não dei tanta atenção ao blog,e por isto, hoje quero fazer um resumo de minha trajetória até aqui,e o que vem pela frente.

Esta aí da foto acima, sou eu, ou melhor, era eu, nas festas de final de ano,se eu não me engano do final de 2010. Estava com 98 quilos, para 1.62 de altura, ou seja com obesidade sim senhor. Embora eu sempre tenha tido problemas com a balança, o sobrepeso, eu conseguia me manter nos 75 quilos, peso este que, inclusive, "consegui" após uma reeducação alimentar. Parei nos 75 por achar que não conseguiria emagrecer mais, que aquele era meu corpo. Porém, após uma situação dificil em casa, uma séria doença que minha irmã teve, onde ficou em tratamento (a base de remédios e afins por quase 02 anos) eu tive de me transformar na "forte" da casa, para tentar amenizar o momento de dor e tristeza que ela e minha mãe passavam. Só que tornei-me forte não somente na postura e também na aparencia, pois na entativa frustrada de tentar esquecer aquele momento eu caia nos "quitutes" calóricos,e adquiri o hábito de tomar uma cerveja geladinha toda noite.

Foram mais de dois anos neste ritmo, simplesmente esqueci de mim, pelo contrario, queria me punir, e, "sem perceber", encostei nos 03 digitos da balança. O período ruim passou, minha "sister" se curou, passou a ter mais qualidade de vida, já eu, ah eu???? Entrei numa fase de insegurança, de literalmente me trancar e fugir do mundo, mal me olhava no espelho, sentia-me uma velha. Eu sabia que aquilo não estava certo, que precisaria me mexer, inclusive tentava varios "regimes emergencias" (passava dias a base de SÓ Shakes, ou SÓ Sopas, ou SÓ frutas, etc) com o falso pensamento de que se eu emagrecesse rapido, meus problemas se resolveriam. Só que, é claro, eu não conseguia passar muitos dias a base de uma alimentação restrita,e voltava a comer novamente dobrado (pra satisfazer os dias de privação). Busquei auxílio então nos remédios, conheci quase todos (Síbú, Anfepramonas, etc), pra começar eu não tomava direito, muitas vezes eu parava nos finais de semana pra poder beber cerveja,e em outras vezes, como nunca me reeducava era só parar pra voltar aos velhos hábitos. Comprava todas as revistas, livros com o tema que eu encontrava, me achava A NUTRICIONISTA,no entanto não conseguia colocar nada em pratica. Nesta altura eu sabia que o que me tornaria magra seria por meio de uma alimentação saudavel, resolvi então me matricular nestas reuniões pagas,com apoio para emagrecer.

1º fui pra META REAL (refletindo, hoje acho um dos melhores), emagreci mais de 10 quilos lá, porém eu não havia aprendido a "perder",e numa semana que engordei, resolvi largar o grupo e procurar uma outra alternativa. Mas na Meta aprendi muita coisa: minha meta de 60 quilos foi lá que percebi que era um número que eu poderia atingir; as comparações entre o gordo e o magra lá também; e saber que eu não me tornaria nenhuma "dançarina do Faustão" emagrecendo foi lá que enxerguei,e com eles aprendi a ter uma "diva", com biotipo similar ao meu, pra chamar de minha. Achei então minha musa de corpo triangulo invertido (como o meu)e não menos bonita que qualquer outra:a PRI FANTIN.

Mas como já disse, larguei o grupo, após uma semana sem sucesso,e procurei outro grupo.Fui pro PESO IDEAL, muito bom também, era como se fosse meu momento de terapia,lá percebi o quanto é importante encontrarmos nosso próprio EU; como é importante variar o cardapio;e com a nutricionista aprendi a programar datas pra comer o que quero. Maaaas como sempre eu inventava uma desculpa pra abandonar, eu achei que as orientadoras lá estavam muito gordinhas,então se o método não funcionava pra elas, não iria funcionar pra mim também.Larguei.

Chegou neste final de 2010, fui numa loja, destas de departamentos, no auge dos meus 98 quilos,e nada servia, era um transtorno. Tinha roupas grandes do tipo GGG, mas também não ficavam legais, porque estas roupas são maiores, porém são confeccionadas pra quem tem o corpo "normal" em proporções grandes, o que não era meu caso, pois sempre fui meio "Faustinha" (cheia só na parte de cima). Refleti muito naquele provador, me olhava sem parar, chorei, vi um filme passar em minha vida,e jurei que seria o ultimo final de ano daquele jeito.A partir de janeiro as coisas mudariam:

Já no 1º dia útil de janeiro,arregacei as mangas,e desta vez eu ia emagrecer, não ia esperar que "algo me emagrecesse", estava decidida a botar toda a teoria que aprendi durante todo aquele tempo em pratica,e sozinha! Ño inicio eu não tinha uma meta especifica, apenas ia me reeducar, levasse o tempo que fosse. Nos primeiros meses mandei embora 15 quilos, e junto com a felicidade,veio uma sensação de angustia, medo de não conseguir prosseguir...foi aí que procurei um 3º grupo de reunião, o VIGILANTES DO PESO (que cá entre nós,eu não botava muita fé, porque as reuniões são curtas,e não tem o lado motivacional como as outras),mas iria tentar,até porque eu já estava num período de dieta e sozinha. Deu certo. A primeira reunião foi decisiva, porque falava em "saber perder"e eu aprendi. Tornei-me aluna diplomada, destas que chegam na meta deles (a minha era 65,e eu fui além chegando nos 63), foi um sonho entrar na casa dos "6". Era hora então de andar com minhas proprias pernas.

Foi aí, que de um certo modo, meu peso começou a variar uns 3 quilos, ora pra mais, ora pra menos. A ansiedade começou a me perseguir, o medo da manutenção era maior que o de emagrecer. O grande problema, é que quando você está em obesidade você acha que ser magra será a solução pra tudo, a solução pra sua felicidade, mas não é. Felicidade é estado de espírito, é algo muito além que números da balança. Existem muitas pessoas magras, bonitas, ricas e INFELIZES. E quem não percebe isto, acaba engordando tudo de novo. Eu mesma, já vi em São Paulo, uma garota destas que saí em capa de revista (porque emagreceu 40 quilos)  já com o peso todo de volta. Enfim, quem quer ser magro, tem de mudar a cabeça antes de qualquer coisa, tem que entender e aceitar que a disciplina, a aceitação, e tudo mais deve ser pra sempre.

Eu não engordei horrores, como disse, o peso varia sempre 3 quilos (ufa), mas tive muita dificuldade em retomar com a reeducação alimentar. Porém hoje não tenho mais. Coloquei novamente datas e limites em minha vida (por exemplo só posso tomar cerveja 1 vez por bimestre); aprendi a gostar de fazer compras em supermercados, feiras e sacolões (onde sempre busco um produto novo, um tempero...); entrei na academia e vou cedinho viu. Emagrecer não é sinonimo de felicidade,como já disse, mas é sim, qualidade de vida, é ter orgulho de si próprio, é ter coragem de buscar o que você quer. Mas para isso é preciso ter coragem, chutar o medo, levantar quando cair, e sair da teoria e zona de conforto rumo ao sucesso!

Este é meu "resumo" pra quem não sabia. E, continuamos com o blog. Vamô que vamô gente (e sem desculpas).



Escrito por Déia às 17h43
[] [envie esta mensagem
] []





Matriculada na hidro!

Pronto, saí do blá blá blá e matriculei-me na Hidroginastica! Confesso, que protelei um pouco, não sabia se fazia 1, 2 ou 3 vezes por semana (sendo esta última opção o recomendado), enfim, tomei coragem e lá fui eu rumo a academia fazer minha inscrição, de 3 vezes por semana!

No caminho, passo por uma outra academia, e vi uma garota saindo de lá que me deu "força" pra seguir rumo meu caminho:ela tinha um corpo escultural, vestia estes conjuntinhos de academia, e literalmente estava parando o transito, com uma barriga chapada e um bumbum avantajado. É claro que sei que meu corpo nunca ficaria daquele jeito, até porque meu biotipo é outro, mas isso serviu de estimulo pra mim, ver uma pessoa de belo corpo logo cedo, possivelmente antes de ir trabalhar indo malhar. Faz a gente ter a certeza de que nada vem fácil pra ninguem, todo mundo paga um preço por suas escolhas. Então gente, bora malhar?



Escrito por Déia às 12h30
[] [envie esta mensagem
] []





A exigência não é só feminina.

Recentemente saiu na impensa que Mauricio Mattar havia perdido um papel "global" por estar fora de forma,e vendo a imagem ao lado, comparando um antes e depois é fácil comprovar isto. Há quem pense que a exigência por um corpo malhado é somente para a ala feminina, mas que nada, os homens também passam por isto. Mas eles não podem se fazer vítima, pois quando mais jovens "trabalham" com ênfase em mostrar o corpão sarado, então tem que pensar que isto deve ser pra vida toda.

Outro que espantou ao visitar o Brasil foi o ator que interpretava o "Macgyver" série antiga que hoje é reprisada no canal TCM, o Richard Dean Anderson, que ostentava espírito aventureiro, com um belo corpo, hoje não é mais o mesmo.

 Não sei porque, alguns, conforme ficam mais maduros, acham que podem largar a alimentação e vida saúdavel de lado,e quando o correto devia ser o contrário, cuidar nesta fase, em dobro. E as pessoas, a mídia cobram isto. Tanto é que hoje quase não vemos os 02 atores na TV. Pelo que vi o Mauricio Mattar teve de aceitar um papel na emissora do bispo mesmo, porque da Globo ele tá fora.

Eu não quero julgar, criticar...só acho que não dá pra inventar desculpas, se fazer de vítima, falar que a culpa é da idade, do metabolismo que fica lento, enfim, sempre existe um caminho. Pra ganhar uma corrida é preciso antes de tudo começar a correr. E pra provar o que eu falo, a última foto, é com 02 atores, já, digamos "coroas", que estão na novela Salve Jorge, e fazem o coração de muitas suspirem por aí, pois estão mega gatos. (Oscar Magrini e Domingos Montagner).



Escrito por Déia às 10h29
[] [envie esta mensagem
] []





É tudo igual, só muda o endereço.

Hoje, acordei cedo, liguei a TV, e estava passando um programa sobre dietas, no H&H, um programa americano.

É curioso, como muda-se o local, mas não se mudam os hábitos né?! Lá também, é uma dieta da moda atras da outra(e porque será que os americanos estão cada vez mais obesos com níveis de colesterol tão elevados, hein).

A apresentadora do programa, ressaltava que o emagrecimento só acontece com "bons hábitos", explicava a "Pirâmide alimentar", ressaltando a importância em comer legumes e verduras também (inclusive as de cor verde escura, que comemos pouco).

Abordou ainda, todo o dinheiro que envolve as diestas ditas da moda,e que são puro marketing.

Conclusão: não adianta gastar horrores de dinheiro, comprar tudo que é publicação que vemos, acreditar em tudo que é medico, etc. Seja aqui ou seja lá, sem reeducação alimentar ninguem será magro.



Escrito por Déia às 09h52
[] [envie esta mensagem
] []





Pra que aprender se você pode desaprender?

Eu não sei porque, algumas pessoas conhecidas me perguntam sobre reeducação alimentar, o que eu fiz para emagrecer, enfim, porque sempre optam em fazer algo, digamos, mais rapído.

Tenho um colega, que veio super empolgado me contar que está frequentando um local, nos horários de almoço e jantar, para tomar (2 ou 3 copos de uma bebida),e paga quase R$ 10,00 a cada "visita". Ele disse que promentem o emagrecimento "a jato" (também, ficando sem comer quem não emagrece né?!). Daí eu fico pensando, vamos colocar o valor de R$10,00, por dia da R$20,00,em 1 mês de 30 dias ele terá gasto R$ 600,00 só em liquido,e não aprendeu nada sobre reeducar-se.

Eu fico sem entender porque as pessoas acreditam nestas coisas. Hoje o mundo está tão moderno, a informação rola bem mais facil,e todo mundo sabe que estas dietas só funcionam a curto prazo, pois como não reeduca (e ninguem vai viver só de liquido pra vida toda) é só parar, pra voltar aos habitos antigos,e engordar dobrado.

Fui ao mercado no domingo, comprar minha refeição da semana,e gastei em média R$ 60,00 (e achei caro), em 1 mês terei gasto R$ 240,00, num cardapio nutritivo, variado e saudavel e ainda aprendendo a diversificar minha alimentação e tornando-a um hábito. É tão facil, mas parece que as pessoas preferem complicar tudo, não é mesmo?!



Escrito por Déia às 10h50
[] [envie esta mensagem
] []





Coisitas para R.A

Taí, algumas "coisitas" que comprei para a R.A. (procurarei postar mais fotos). Normalmente a gente fica com "dó" de gastar com comidas pra dieta, achamos tudo muito caro, mas não pensamos assim quando resolvemos "jacar", chutar o balde e sair pra comer coisas engordativas, não é mesmo?! Então, temos que parar com isso, e não ter pena de nos nutrir com alimentos de fato saudaveis. E pra R.A. dar certo, é preciso criar, ousar...e não comer a salada de tomate todo dia, porque assim ninguem aguenta.

Pra quem é de São Paulo, eu gosto de fazer estas comprar no Sonda ou Pão de Açucar, é um pouco caro, mas nestes mercados a gente encontra muita novidade,e os produtos sempre estão bem conservados.



Escrito por Déia às 09h47
[] [envie esta mensagem
] []





Odeio Amar!

Pronto, falei! As pessoas podem não me entender, mas eu nunca tive muito sucesso no amor, talvez por minha insegurança. Sim, mas porque tô falando isso num blog sobre R.A. E respondo: sempre que gosto de alguem deixo de viver a minha vida pra viver a vida da pessoa amada,e como estava gostando de um certo alguem nos ultimos meses, acho que foi o motivo de ter fugido da R.A., pois descontava as frustações na comida, e até as alegrias. E hoje, estou desabafando isto aqui,porque "desamei" da pessoa hehehehe (adoroooo). Eu acho que um dia encontrarei uma pessoa certa, bacana...e esta pessoa não me deixará ansiosa, pelo contrario, me fará bem. Eu me libertei do sentimento errado que nutria pela pessoa tambem errada,e o resultado é que acordei bem, feliz... fui ao mercado hoje, e sem nem pesquisar ou programar, comprei um monte de alimento nutritivo para começar a semana (tomatinho uva, palmito, molho de mel com vinagre light pra salada (mega gostoso), alface americana, etc) e tambem decidi me matricular numa academia, uma pequena aqui do bairro, mas que eu fiz uma vez e gostei, até passei pra pegar os preços,e não adianta, adoro andar, mas em Sampa não dá: é  muito calor, dá preguiça, é chuva, trovão, enfim, resolvi fazer hidroginastica que gosto,e vou ver se tem umas aulas de dança também.

É isto, pronto, falei!!!! Ah, o carnaval foi bacana, segui na dieta, tomei cerveja só um dia,e caminhei muito na praia, tô até negona kkkkkk. E agora volto com tudo, sentindo amor somente por mim!!!! Porque sinceramente, não nasci pra amar alguem alheio, fico chata, fora de mim. Ufa, desabafei!



Escrito por Déia às 20h23
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]